.

Cheguei a um ponto de minha vida em que pouca coisa parece me servir, não no sentido de ser útil, puro e simplesmente, mas de ser bom para mim, de me acrescentar em qualquer coisa que seja. Digo ponto tentando dar uma visão mais geométrica, por que sei que daqui para frente posso ir em qualquer direção, posso trilhar meu próprio caminho pontilhado, voltando às inconstâncias dos altos e baixos febris ou mantendo uma reta constante. Porém agora, neste momento, só consigo pensar em trabalhar por mim, para mim e em mim, de todos os sentidos e maneiras, destacando-me, ocupando um ponto maior, visível mesmo a uma longa distância, mas sedentário. Este é, talvez, o momento mais egoísta de todos: egocêntrico e, conseqüentemente, nada altruísta. Como se mostrar-me capaz, melhor e acima de certas coisas e pessoas fosse fundamental. Não estou analisando minha atitude como certa ou errada, não quero me prender a conceitos, apenas constato um fato. Fato este, no momento, irrefutável.

15 comentários:

Lúcia disse...

Hahahhah! Atendendo aos seus apelos, vou preparar um texto pra reinaugurar aquele blog, pode me cobrar que essa semana sai!
É que queria reinaugurar com um layout acabado e novo, mas não tenho tido muita paciência pra mexer... mas o texto ao menos vai sair!
Bêejo!

Lúcia disse...

Ah, estou passando por um "ponto" semelhante e um tanto egoísta também... mas tenho consciência de que, pra ser melhor e acrescentar algo aos outros, preciso acrescentar e melhorar antes a mim mesma. Também não sei se é o melhor caminho, mas sinto que preciso seguir dessa forma. E vejo isso como algo bom. Sucesso nessa sua nova fase!
Beijo grande pra ti!

Sentimental ♥ disse...

pensar em vc não é nada egoísta... siga nessa direção e tudo vai ficar bem, tenho certeza disso.
bjs

Tadeu Alves disse...

Moça. concordo com o sentimental. Não é nada egoísta pensarmos em nós mesmos, afinal se não pensarmos quem mais vai faze-lo? Só deste modo podemos nos conecer melhor. Pelo menos comigo foi assim. Quando resolvi ser "egoísta" e "egocêntrico" foi que resolvi que caminho seguir e não era o que eu estava trilhando até então rsss.

Vc comentou no dia certo, depois de mais de um mês brigando com a oi pra concertar minha banda larga finalmente consegui publicar a parte 3 do after dark rssssssssssss

Beijos.

L.S. Alves disse...

Eu enxergo as coisas pelo seguinte ponto, você não pode fazer nada para melhorar os outros ou o mundo. Tudo que podes fazer é melhor a si mesma e essas melhoras refletirão ao seu redor. Então tudo que posso desejar-lhe é um bom crescimento.
Um abraço moça.

Érica disse...

Um hora isso acontece. A pessoa sente necessecidade de olhar pra si, não so pra dentro, mas pra o mundo mesmo. O exterior, que rodeia. Infelizmente não se pode mudar o que não nos cabe, o que é de outro e de todos, mas podemos nos abster da questão e olhar para frente, seguir por uma trilha criada de maneira que so nosso pés caminhem sobre ela. Só não sei como se faz..
Quem é vivo né?
Uma hora atualiza.

João disse...

As vezes a nós, basta nós mesmos, com nossos devaneios e loucuras. Qualquer outra coisa, além de nós, transbordaria.
E assim ficamos, até esvaziarmos dos outros.

Leo Lemos... disse...

Bebo de meu egoísmo, me asfixio em minha solidão, derramo sobre mim minha loucura breve e inconstante... e depois eu parto para outra... bem, será que estamos a beber da mesma fonte? Seja o que for, saiba que não paro... aparentemente espero o jorro... e nesses dias eles tem sido excassos... quem sabe mais tarde.

ɐlıɯɐɔ disse...

oi.
o filme é de 69 pra cá, tem um tempão já.;.
musica, coisas piscando e gif, são minhas paixões, lá só ler quem quer, acho que por isso ñ perco tempo escrevendo mto conteúdo nem coisas que enchem o post td.
obrigada mais umaa vez por sua visita. seja sempre bem vinda. posto especial pra vc um brinde. em "selinhos" no menu. bjks estarei sempre por aki, qdo estiver por lá. bye!

Welker disse...

Hum... não sei o que fazer nesses momentos da vida. Lembro-me que quando me senti de forma parecida, comecei a beber... está servida? :)

Isa F. disse...

Na verdade...pensar muito na hora de escrever não é lá algo que eu goste. Escrever é o único momento que podemos nos sentir 'livres' de alguma forma por tanto limites não existem, não na arte.

Su disse...

talvez não esteja conseguindo ver as coisas que sirvam pra ti... e que bom que descobriu que pode seguir seu próprio caminho!
Bjosss!!!

..onde fica marraquexe.. disse...

Clareza egóica - É consciencia,
Por que não???

llola disse...

Pensar em Nós parace egoista mais quando voltamos atraz em algumas situaçãoes vemos que deveriamos sempre agir na maioria das vezes assim, mesmo que não consigamos, curte a sua maneira sincera de agir e ser...
visite-me quando quiser. ate mais.

Ataualpa Pereira disse...

Véuri uel, é assim que se fala. =)