Devassa

Ato II


De todos os homens que tive, e foram muitos, apenas um me tomou até os poros da pele. Não, não entenda ao pé da letra, só perceba o quanto eu sinto falta do bendito ninfomaníaco. Ele chegou me tirando o fôlego e a paz. Ofegando em meu ouvido, me apertando contra a parede, me querendo de um jeito tão novo quanto excitante. Me provocando ao ponto da exaustão e da tão esperada entrega total. Foi o meu primeiro, quem me despertou para essas coisas carnais. Carne e coração. Uma união tão difícil: ou só te dão amor ou só tesão. Conseguir os dois juntos é poder morrer depois com a certeza de ter vivido plenamente. Hoje, não tenho dúvidas disso. Mas o que procuro é diversão, é prazer momentâneo. Tudo me parece falso demais, nada chega aos pés daquele sentimento todo, daquela intensidade louca que habitava o corpo dele e que agora mora em mim. Vontade sem fim, sem limites, sem extremidades. Vou comendo como posso, onde dá e quem quiser ser presa minha. Dispenso as fáceis, gosto de ter um pouco de trabalho, gosto de jogar antes de abocanhar com gosto. Gosto do gosto do poder, do poder que me dá as minhas pernas, as minhas coxas e o meio delas.

***

Anterior:
Ato I

19 comentários:

Camilinha disse...

... mais loucura que devaneio.


beijos daqui...

PequenAprendiz disse...

Que bom que voltou Dona Bárbara!
É essa falta que eu sinto, da união do coração com o tesão, de ser EU com ele.
Algumas pessoas nos marcam por um tempo, outras se tornam inesquecíveis.
Escreva com mais frequência.
Adoro vir aqui. Suas letrinhas vermelhas me fazem bem.
Bom final de semana!
Beijos

Edna Federico disse...

Estava com saudades dos seus textos arrojados, adoro!
Beijo

Sentimental ♥ disse...

A vida é feita de fases, e com certeza essa é uma das quais merece ser bem vivida.

beijos

Edson Bezerra disse...

Sempre vc escrevendo tudo o que queremos botar pra fora.

Vc é a mestra.

A folha... disse...

Ou só amor ou só tesão. Acho que por isto ainda estou sozinho: só consigo oferecer uma coisa.

E, como foi dito acima, algumas pessoas nos marcam como os nossos pés marcam as areias brancas que são constantemente lavadas pelas águas do mar. Outras nos marcam como o ferro quente que marca o gado: dói muito na hora, e depois ficamos marcados para sempre como quem um dia pertenceu a alguém muito importante. Outras ainda são como a brisa que carrega as folhas: dançam por um momento diante de nossos olhos, depois se misturam na confusão de folhas que o vento sopra, e então desaparecem...

"Qual folha estava aqui, diante de mim, já não sei encontrá-la em meio ao monte de folhas."


Eu sou a folha...

Paul disse...

O prazer vicia. Mais ainda quando tudo se encaixa perfeitamente ou certamente, a língua na boca, o pênis na vagina. A combinação única q leva ao mais incrível êxtase, transcende qualquer conflito entre tesão e coração, para serem uma rima perfeita.

Estás transpirando Anäis Nin, não ??

Beijos !!

...amigos acontecem... disse...

É, mas fique esperta, a vida adora esse tipo de brecha..
Nos abocanha quando mais estamos fixo no que achamos dela.
Desabroche. Não é ele não.
Então, correrias, não finalizei nada, só dando um tempo.
Inté!

nj.marabuto disse...

o melhor tesão que existe, mais verdadeira e efetivamente intenso, é subserviente da paixão. porque é dos devaneios que reacendemos a paixão, o desejo, a doce loucura...
sonhar com a criatividade incensurável de uma criança levada e com a perícia de um artista virtuoso. nisso jaz o segredo do que chamam de hiperorgasmo. mesmo loucamente apaixonado, senti isso poucas vezes. por tê-lo sentido que não sou dado às migalhas do casualismo, o melhor requer amar e amar requer mais que isso...

nunca tive essa tara peculiar a qual descreve com sutilidade no seu post, mas com essa mulher por quem sou louco eu sinto isso, essa vontade de possuí-la por todos os poros! é algo tão verdadeiro que com certeza exala dos meus, no cheiro do meu hálito ao que salivo pela boca dela, para sentir os gostos dela, para provocá-la até que ela se perca em mim e eu nela. almas entrelaçadas, sim, podemos morrer em seguida. foi exatamente isso que eu disse a ela. ela, entretanto, durante muito tempo teve raiva de mim por me amar e ao mesmo tempo resistir em admitir o prazer que tinha comigo. mulheres, tabus, mitos... até quando?

Ane Talita disse...

Combinação perfeita...
ahhhh

beijos, flor

Rafael Velasquez disse...

você tem vontade potência, isso é, acho, bom.

João disse...

T'aimes bien Piaf... J'aimé tes écrits...

Three Love's disse...

ulalá...
realmente, belo e arrojado texto; uma declaração tão sincera quanto excitante;

"gosto do gosto do poder, do poder que me dá as minhas pernas, as minhas coxas e o meio delas".

amei,
b.e.i.j.o.s.

Camila. disse...

Já disse que suas lembranças são deliciosas, então o que dizer agora, menina? Adoro isso aqui!


E ando mesmo precisando de paz, B., mas acontece que minha paz não é o vazio... São aqueles calafrios, pontadas e alvoroços todos, entende? Chego até a preferir dias terríveis a estes tão... Ocos.

Daniela Pereira disse...

Tocas-me na pele com a profundidade das tuas palavras, continua. *

Lúcia disse...

Ora, mas voltaste com tudo!!

Carne e coração... por que raios esse 'pas de deux' é tão difícil??
Ando me alimentando de restos... restos sobre os quais me curvo, desconsolada e desmedida...

E isso me lembrou de uma coisa que escrevi há três anos, e que ainda me cabe infeliz e perfeitamente. Hora de repostar...

Estava, sim, com uma saudade enorme desta lubricidade toda! E... dedicada a mim? Ui! Agora é que me inspiro e volto mesmo à cena!

Monsieur Coçard disse...

Realmente são poucas as pessoas que nos marcam, e poucas que conseguem unir tudo o que queremos...

Sortudos!

o amnésico disse...

Delírio, teu nome é mulher.

Anônimo disse...

É, eu também vivi e vivo essa experiência com um cara, mas pelo qual me proibem de ter qualquer relacionamento com ele...
É com ele que tive meu primeiro orgasmo penetrada, os orgasmos multiplos...nunca tive com ninguém isso...e foi justamente com esse cara... que eu tive isso e mais um pouco...Carne e coração!
Amei seu blog...

PS: Eu não tenho blog... Mas vou deixar meu email...
Morganna1979@hotmail.com