Sobre o amor e outras infantilidades

- Finalmente encontrei o homem da minha vida e ele é tão perfeito que me faltam palavras para descrevê-lo. Não mudaria nada, nem uma unha sequer, quer dizer, bem que ele poderia ter umas costas mais definidas, lábios carnudos ou pés maiores...
- Pensei que ele fosse perfeito.
- Mas é, desculpa, foram apenas comentários aleatórios. Eu o amo tanto que dói, sabe? Ele é tão carinhoso, gentil, educado, compreensivo... mas bem que poderia ser mais ardente na cama, menos ciumento e possessivo.
- De novo achando defeitos?
- Não, não, são detalhes. Afinal eu sou minha e ele também é meu.
- Se você é sua, ele não deveria ser dele?
- Não! O amor é egoísta, não sabia? Mas ainda vou conseguir mudá-lo e ele vai ficar tão perfeito que farei inveja a todas as minhas amigas.
- Você vai acabar enjoando, isso sim.
- É, talvez. Mas aí eu acho outro imperfeito e o conserto também.
- Esse é o problema: nada dá certo por que você não sabe amar.
- Claro que sei!
- Se soubesse o aceitaria como é. Amaria não só as qualidades, mas principalmente os defeitos. E não nutriria esse amor egoísta. Você tem sua vida e ele a dele, o encontro delas é o que faz de vocês um só, não essa possessividade inútil.
- Isso é filosofia demais pro meu gosto.
- Pois então volte ao seu príncipe encantado que eu vou viver a minha vida. Você não tem mesmo jeito e eu cansei de perder meu tempo.

---

E, ah, a Lucia me mandou um "meme" que consistia em:
. Pegar o livro que estiver mais próximo;
. Abrir na página 161;
. Procurar a quinta frase completa;
. Postar no blog;
. Passar para mais cinco blogs.

Bem, o livro mais próximo é o "De Corpo Inteiro" da Clarice Lispector. Eis a frase:
"E, para mim, tudo aquilo em que entra intuição é uma forma de arte".

Vou tomar a liberdade de mudar um pouco o último item: todos os que lerem e tiverem vontade de participar, sintam-se indicados.

10 comentários:

Vitor Tamar disse...

O amor é egoísta... nós procuramos alguém pra satisfazer nossos desejos... alguém pra cobrir nossos vazios... Esse negócio de amor perfeito é tão complicado! Na verdade... esse negócio de amor é tão complicado... =/
Se alguém tiver uma formula pra amar, me passe por favor... =/

Lucia disse...

Parece conversa minha com uma amiga psicóloga. Ela é a psicóloga e quem perde a paciência sou eu...

Gostei da mudança no "meme"!

Beijos!

Edna Federico disse...

O problema é que nesse caso não se ama a pessoa em si, mas o que a gente gostaria que ela fosse...não dá certo mesmo!
Beijo

Marcelo Fonseca disse...

Parabéns! Você escreve com propriedade.

disse...

Gostei do texto. Essa é a sina das mulheres (ou das pessoas, sei lá),buscar sempre mais e melhor. O problema é q a gente sempre acaba esperando mais do q a pessoa pode dar.

Lizzie disse...

Isso me lembra "do amor e outros demônios", do garcía márquez. Aquela história de descobrir que o amor, na verdade, é um signo do zodíaco...Perfeito!
Beijos :***

Ana D disse...

Acho que a gente busca a inatingível perfeição, no entanto no amor cotidiano a gente releva tanta coisa..rsrs...Importante também é manter a individualidade...A frase é perfeita, o destino te fez abrir uma página bela..rs..

Richard disse...

Vou ficar repetindo para não esquecer :
aliteração, aliteração, aliteração.
Ai, eu não vou apssar em Jornalismo na USP ess ano, há, que vidinha.


Há, ela tomou um "Bitch Slap" lexical.
Nossa, conheço tantos que mereciam uma resposta assim [Richard é completa e totalmente contra o ciúmes e possessividade]. Amor não é egoísta, alguams pessoas que o distorcem, sabe como é, compram versões Made in Hell.

keetby. disse...

é dificil assumir, mais eu sou essa que acha que amar é mudar a pessoa e faze-la do jeito que bem quer, e realmente isso... o final, enjoei, e pronto!
infantilidade... assumu que sim!

:* um beijo

Ana D disse...

hahahaha....às vezese me acontece também não acompanhar o raciciocínio de quem comenta hahaha...Vamos la...
1)Acho que a gente busca a inatingível perfeição, no entanto no amor cotidiano a gente releva tanta coisa..rsrs...Importante também é manter a individualidade...(sobre o post)
2)A frase é perfeita, o destino te fez abrir uma página bela..rs..(sobre a frase de Clarice)...
Acho que fui mais didática agora kkkkkkkkkkkkkkk...Grande abraço