Alter-ego

O inferno sou eu: ninguém mais, ninguém menos, apenas eu. Minha pior inimiga, minha maldição, meu fracasso. Quem me põe mais pra baixo, conhece melhor os meus defeitos, ri das minhas desgraças? Sim, eu me odeio como nunca ninguém conseguirá fazê-lo. E estou cansada. Farta de tanta frustração sem nem, ao menos, procurar por uma ou dar motivo para tal. Quanto mais as evito, mais as encontro e em maior número. Elas correm loucamente atrás de mim e aparecem em todas as formas possíveis, especialmente pessoas. Essas que surgem do nada sugando toda a energia que conseguem. Eu sou a mais astuta delas, uma sádica muito bem mascarada.

"Sofra, meu bem. Chore, descabele-se, enlouqueça e, por fim, mate-se. Livre-se do seu karma".

18 comentários:

Ataualpa S.Pereira disse...

Sodale, se algum dia me pedires para empurrá-la dum edifício, digo-te, pois, que empurro.

"Se".

Lanark disse...

Tudo o que ele disse foi que eu fiquei "em quinto mesmo".

-___-




Primeiro lugar? Genntileza sua, mas convenhamos que de todos aqueles blogs, o do Ricardo era o melhor!

=]

Mila disse...

surto que não se vai?
personalidade então não seria?

não se mata garota,podes não gostar do presente mas tu tem futuro! hihi
;*

Edson Bezerra disse...

Ácida, direta e crítica. Como sempre.
Agora, dê uma trégua para si mesma, mulher!
O dia que eu conseguir compactar tanta informação em poucas linhas como você faz, me sentirei realizado.

Beijão

Isadora A. disse...

alter-ego ?
eu tenho meu Eu-Crônico ! better like this...

:)

Elza disse...

é cruel mas é verdade a única pessoa que pode fazer mal a nós somos nós mesmo!


Adoro esse lay, quase coloquei ele no meu...
rsrsrs...
boa semana.

Renato disse...

não só continua viva, como continua me devendo um texto...

não pense que vai escapar tão fácil mocinha....

Beijossss

Bárbara P. disse...

Eu nunca espero nada de mim, por isso nunca me decepciono. Mas veja pelo lado bom: sou assim com as pessoas ao meu redor também. Ninguém me frustra, recebo dezenas de boas surpresas.

Monsieur Coçard disse...

Betânia... Betânia...

R Lima disse...

N pensa no pior.. tudo isso passa!!

bjs moça,




[ http://oavessodavida.blogspot.com/ ]

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Ácido Poético disse...

Nós, nosso maior mal...

Belo, moça

Beijos em B
Brunø

Thiago Kuerques disse...

O nosso pior inimigo, por fim, somos nós mesmos.
Nao dê ouvidos a mim. E nem ao seu alter-ego rs
Beijoooos

Laura disse...

assim como somos o nosso pior inimigo
somos também o nosso melhor amigo o/

que tal trocar o ângulo do seu espelho??

melhoras viu xD

bjuuus

Rafael Velasquez disse...

não seja pesada com você mesma.
;)

Jéssica disse...

Pouts, que saudade de poder ler com calma os teus posts. Ai ai, vida louca, louca vida. Caramba eu to me sentindo mais ou menos como no texto, mas ainda não me odeio. Mas, nossa, as coisas estão feias pro meu lado, não ta facil nao.

vibrações positivas pra ti.
*trilha sonora do comentario: Shaman *Fairy Tale*

não sei se é bem assim o nome da musica. beeijos. [jessica/ www._girl.weblogger.com.br]

Helder Hortta disse...

Gostei muito do seu texto Barbara.. forte e seco.. um soco.. não é triste nem é melancolico.. é duro..

gosto de quem não escreve se derramando. fazes isso

bjãOo

Nana Flash disse...

Inferno e céu, tão próximos que só poderiam ser um mesmo lugar. E naum eh de surpreender que sejam na gente, nao é? Bom, mas quem disse q o inferno nao pode ser tambem um lugar divertido? ;)
Ve se fica bem.
Bjs

Duda disse...

tudo isso é muito viciante...