Adoro perder-me em sentimentos, em sensações, em pensamentos, em direções. Não importa. Apenas perder-me e perdendo-me, ganho-te cada vez mais. Em sonhos, naqueles mais ilusórios, vãos e irreais. Dói o peito pensar que talvez estejas com os olhos, braços e boca em outras. Triste é ter que acordar, olhar para o lado e não te ver. Não consigo controlar-me, parar de chorar, parar de gritar. Reluto em dizer o queres ouvir, mas sei que já sabes qual é o problema. É por isso que não gosto de sentir algo assim: fico enciumada, possessiva, irritantemente chata. Odeio perder o controle de mim, a razão, a serenidade. Odeio entregar-me assim e só me dar conta quando a situação já não é mais reversível. Odeio dar voz ao coração, sei que ele nunca faz sentido mesmo. É gostoso por alguns minutos, mas angustiante por horas. Muitas vezes, pergunto-me se viver não é exatamente isso: a ausência das rédeas absolutas do ser. Afinal, eu adoro perder-me. E tenho a doce ilusão da espera. Aquela de um dia ser encontrada em algum lugar perto do teu peito.

11 comentários:

Renato disse...

sério que vc gosta¿¿
nem desconfiava.... hehehe


owwww...
nem consigo acompanhar seu ritmo de postagens....

já que tem tantas coisas pra postar, me cede algumas, poxa... eu totalmente sem tempo pra isso... hehehe


beijosss

Ácido Poético disse...

Bonito isso...gostei...

Beijos sabor de B.
Brunø

Lanark disse...

Eu não sei se a doce ilusão da espera? Eu sei o que é isso...


E não sei dizer se é algo bom ou ruim.



Oh, sim. Finalmente atualizei.

duda disse...

Sempre mto bonito seus textos...
Eu quero um p mim tb! :P
hehheeh!
te adoro!

Andy disse...

o posto ficou muito bonito, mas quanto às dúvidas vc precisa se acalmar e esperar...sentimentos são uma capa de sombras que nos envolvem mas nos aquece também...pena que a relação custo-benefício não seja sempre boa.
De qualquer forma dê tempo ao tempo, alguma pista irá aparecer, enquanto isso olhe as estrelas comigo. ^^
Beijão Bá.

B. disse...

Ah, meu amigo... o que seria de mim sem você? Nadinha.
Vamos subir na cobertura e olhar a lua e as estrelas, beber qualquer coisa alcóolica, comer trufas e filosofar sobre a vida, os amores e os seres humanas patéticos que somos! :)

Júlim Oliveira disse...

post como sempre lindo


é sempre bom nos perdemos em pensamentos eu vivo fazendo isto...

Bárbara P. disse...

Adorei.

Amar é treinar o desapego: de nós mesmos, nossa paz, do outro, dos sonhos, da realidade...

Jô Beckman disse...

dificil controlar as emoções....
tb adoro me perder....
beijos

kuriozza disse...

É sempre bom viver com tanta intensidade. No final das contas, não perdemos nada. :)

ps: Te adicionarei no msn.

Monsieur Coçard disse...

óóóóóóóó q bunitinhu! heuheuheuhue

beijos