Deixo que digam, que pensem e que falem

Pessoas hipócritas me enojam, me dão asco, me fazem ter ânsias de vômito intermináveis.
Aqueles indivíduos que, além de tudo, são malucos (no mau sentido da palavra, claro) ao ponto de achar que meu sutiã* é assassino (e olhe que ele tem ficha limpa na polícia e tudo) ou simplesmente perdem tempo me analisando do fio do meu cabelo ao ponto final dos meus textos.
Não seria muito mais fácil vir falar diretamente a minha pessoa? Pelo menos, é assim que eu faço. Não costumo falar mal dos outros pelas costas (não é por consideração a seres que nem conheço, não se engane, mas por não achar que deva perder meu tempo, minhas palavras e minha cabeça com os mesmos). Além, claro, de ter coragem suficiente para falar na cara o que eu acho ou não, doa a quem doer. Evitando uma coisa que condeno seriamente: fofocas.
Certas pessoas são tão desprezíveis que conseguem te mandar mensagens falando de "conspirações" e alegando sermos ambas "vítimas de uma mesma pessoa" e ainda mentem, negando até a morte terem emitido opiniões devidamente manipuladas com a única intenção de te passar para trás, enquanto falam, ao mesmo tempo, da tal fé católica (altamente dúbia, na minha opinião) que prega o "somos todos iguais perante Deus" e o "blábláblá" que todos já devem estar cansados de ouvir. Somos todos muito diferentes, isso sim. Não pelas diversas capacidades que temos, mas pela vontade de desenvolvê-las.
E o pior é que me assusta a minha incapacidade de perceber as coisas antes de ficarem visíveis demais. Digo, eu ando tão ocupada e desligada de certas futilidades que há muito não visito certos lugares e não leio certas coisas. Enquanto outros estão falando loucamente de mim, de uma maneira compulsiva até. Casos sérios que requerem tratamentos intensivos e com dosagens homéricas de anti-depressivos ou qualquer outro paliativo de loucura.
Não que eu seja normal, mas o meu tipo de maluquice é completamente diferente e eu tenho uma coisa que dou muito valor: caráter. Um dos poucos ensinamentos de família que ficou enraizado e não sai mais nem fodendo.



* Sutiãs, no plural, por favor. Tenho dinheiro suficiente para comprar mais de uma dessas peças e pôr no meu guarda-roupa.

17 comentários:

Jennifer disse...

"Por mais que eu pense, que eu sinta, que eu fale, tem sempre alguma coisa por dizer..."
Vou andando pelo mundo, nas minhas voltas desvairadas. Um dia eu chego a lugar algum. A vida anda uma correria e eu me embalei no tempo apressado, mas vou voltar qualquer hora pra escrever algo fora da rotina...
Sobre o conto, não tenho nenhum. Não sou escritora... foi só uma tentativa...rs
Beijos

Ana Gotz disse...

Que loucura!

Essas pessoas não são dignas da sua atenção! São pequenas demais, praticamente invisíveis, perto das suas idéias e pensamentos.

beijos,
fica na paz!

Caroline Bigarel disse...

Nossa, ultimamente só tenho lido, em blogs, textos assim. O que acontece com as pessoas que nos cercam? Será que acabou o verdadeiro sentido de tudo? Pois não só eu, mas parece que todos foram afetados por uma crise anti social... rs

Adorei conhecer o blog! Escreves muito bem! bj

menina Flor disse...

sinto-me da mesma forma em relação a vida alheia querida... um profundo desinteresse... Ai, como eu gostaria que fosse recíproco!!!!
obrigada pela visitinha lá no café, volte sempre querida...
beijo
(PS: adorei o texto lá em baixo sobre religião e instituições de controle social... pensamos muito igual..)

Fê Probst disse...

Fofocas, cochichos, mentirinhas, comentários...
Queria entender porquê as pessoas tem tanto prazer nisso.

Lindíssimo o texto!
Beijos

Monsieur Coçard disse...

to cansado de ouvir sobre fofocas, parece que há uma onda avassaladora desses seres oriundos da discórdia que insistem em cuidar da vida alheia, sem se atentar para a própria... é quase uma obcessão, o melho exmplo disso são os "reality" shows... todo mundo vê e comenta, na rua, trabalho, casa... é o ´fofocar politicamente correto.. aiai.. ¬¬
bjos

Lanark disse...

Se as pessoas falam tanto de você, é porque sentem inveja.





E sobre o meu conto: eles já tinham feito, estavam exaustos. Aquela foi uma conversa de meio de madrugada, sabe? =)

Wagner Marques disse...

Ah, caráter antes de tudo!!!
isso é algo incondicional a qualquer individuo que se auto-denomine Humano.

Bom, na verdade não moro em Recife, moro em Garanhuns, em Pernambuco mesmo, há uns 200 e poucos Km de Recife,
mas espero marcar presença no show do Chico!

valew por me linkar,
te linkarei também, vou só resolver
alguns problemas de configuração de meu blog, tá!

abração.

Jô Beckman disse...

Definitivamente, pessoas hipócritas também me enojam!!!!! baaahh

Mariliza Silva disse...

Esse blog tá cada vez mais lindo! Estou apaixonada com esta rosa vermelha do seu blog!!!! E, pelo post acho que fiquei longe demais dos meus blogs prediletos...que é isso! Tão falando de você!?!?!? Eita, só ajudando a aumentar seu ibope, pense assim!!!
BEijos
Mariliza

LuccyInTheSky disse...

Eu já me machuquei demais, com as famosas fofocas... Povo alienado... Eu vivo sentindo minhas orelhinhas queimando... Cheguei a conclusão que falam por que queriam ser que nem a gente, sabe... Se sentem mais vivos, tentando alterar a NOSSA realidade, tem pessoas que só podem falar sobre certos assuntos, se colocarem o nome de outra pessoa na sentença, because they have NO LIFE.... Eu amo seu blog, e me indentifico muito com seus textos!!! O Onabru ta ficando maneiro, mal comecou e eu ja viciei! Bjaum grande...

diego bueno disse...

é como eu penso...o problema não é as pessoas falarem o que quiserem...mas sim as asneiras advindas desse fato...

Paulo Fernando disse...

"Caminhando e cantando e seguindo a canção somos todos iguais, braços dados ou não" ... Ele estava errado.

Se fôssemos todos iguais, não haveria motivo para existir a inveja ou a cobiça. O mundo se repete em suas imperfeições perfeitamente compreensíveis.

Bjos

Jéh disse...

olá. que bonito que ta aqui
a área do texto ta azul sei lá porque diabos, era pra ficar trasparente, eu posto e nem entro no blog, fui ver só hojee ^^
obrigada por ir lá ainda.

eu vou ler seu post agora. =)
beeeijos, daqui a pouco comento de novo ;)

Jéssica disse...

aaa é fogo hein? eu fiquei muito puuuta quando falaram de mim sem ao menos me consultarem, isso é foooda, nossa fiquei brava mesmo, nunca havia acontecido, pq eu prefiro a cena underground! passar despercebido sabe? mas eu concordo com vc, tem gnete que é maluuuuca, sei lá, parece que só visa a desgraça alheia ao invez de desenvolver dons que podem ser uteis pra ela e fazer com que tenha uma vida melhooor e tals =/

ai vou ficar por aqui, beeeijos B. tudo de bom! sucesso!

Carol disse...

Odeiooo Fofoca, falsidade, cinismo, futilidade!!

Já fui vitimas varias e varias vezes desse tema!

Por que existem pessoas tão voluveis?!

Agradeço por ter personalidade e falar o que penso!

Rachs disse...

Onde vc treinou seu sutiã? Tava querendo um modelo assassino tbm, pra ver se amedronta e afasta as pedras do caminho!
bjos