Apenas uma história I

Andam sem rumo pela rua.
Cruzam-se.
Olham-se.
Passam direto.
Viram-se.
Ela ri, envergonhada.
Ele passa as mãos pelo cabelo e morde o lábio, confuso.
Ela o observa.
.. O tempo passa.
Ele, então, caminha em direção a ela.
Apresentam-se, beijam-se, abraçam-se.
Falam, falam, olhares, falam, falam e falam.
.. O tempo passa.
Continuam a andar sem rumo.
Chegam à casa dele.
Ele a convida para um café.
Ela sobe, decidida.
.. O tempo parece congelar (utopia).
O desejo toma conta dos dois.
Estão na sala.
Beijos, lambidas, mordidas, mãos.
Estão no quarto.
Luxúria, perversão.
Mais beijos, lambidas, mordidas, mãos.
Clímax.
Dormem.
Ela acorda e o olha (olhar apaixonado).
Ele acorda.
Ela fala em amor.
Ele faz careta.
Ela não entende.
Ele a manda ir pra casa.
Ela se sente usada.
Ele sabe que a usou.
Ela volta pra casa.
Ele volta a andar sem rumo pela rua.
.. O tempo passa.
Tudo se repete.

11 comentários:

Renato disse...

dia 17...
(nota mental: não esquecer o aniversário!!!!)


se eu me importo em dormir no mesmo quarto¿¿¿¿
eu dormiria até no chão....

e o link... bom, era pra eu ter linkado faz tempo... mas acho que vc já tem uma ligeira noção de como minha mente funciona, e de como ela esquece de coisas importantes e se ocupa das fúteis as vezes, né...


a little bit sad seu conto...
mas nada fora do comum, acho..

meu msn é rbg5@hot....
fell free to add....

Beijos!!!!
Bons Sonhos!!

_kLaUn_ disse...

valeu pela dica ^^
mas vou tirar o post do blog.. ta feio
huahua

triste isso... sentir-se usada...
mas de certa forma merecido...

_kLaUn_ disse...

não sei sabe.. eu acho que as pessoas se deixam levar umas pelas outras...
enfim.. cada um pensa de um jeito.. a gente sempre acha que os outros pensam igual a gente, e se frustra quando não é isso que acontece...
em qualquer tipo de relacionamento, é preciso ser cauteloso... ela não foi...
pelo menos foi o que eu entendi

merecido mesmo, talvez não seja.. estou amarga hoje --'

bisous

Sr. Personna disse...

Dessas noites é preferível não se contar.
Dessas noites é preferível até não se lembrar.

Mas se a verdade deseja contar
que mal há?

Helder Herik - disse...

acho que o cu do graciliano Ramos não vale a pena. kkkkkkkk
se fosse pelo menos o da Ana Hickmann vá lá.

gostei de seu poema. Diferente. conta ações, como um conto. as coisas vão acontecendo. personagens, cenas, ações. contopoema. Poemaconto.

te convido a visitar o meu blog. AUltima postagem é uma entrevista minha a um jornal paulista. Me descobriram no interior de Pernambuco.No meu porão. kkkkkkk

beijos
-Helder Hortta

juuhh disse...

Nossa que liindo ><

vce tem futuro garota

Lanark disse...

Acho que ela não merecia ter sido usada desse jeito. Quantas vezes não nos deixamos levar pelas emoções do momento? Mas a vida é isso aí. É dar a cara a tapa, mergulhar num abismo. Enfim, belo conto.

Júlim Oliveira disse...

Lindo e triste este texto
mas tbm é super real,porque hoje em dia a maioria dos homens só querem usar as mulheres,mas o pior de tudo é que elas já sabem disso e ainda se permitem serem usadas...
bju bju

Ana Gotz disse...

vou chorar...

Mah disse...

Nossa... O.o

lindo demais... adoro as coisas que vc escreve

Sir Age VI disse...

infelizmente acontece e chega a ser normal... bem normal... :S
Até a próxima :DDD