Ela estava linda: usava um vestido longo que delineava seu corpo e exaltava suas curvas, um salto alto que a deixava com uma elegância incomum, seus cabelos estavam presos no alto da cabeça e algumas mechas caiam, moldando um rosto impecavelmente maquiado, seus lábios carnudos eram ainda mais irresistíveis com aquele batom e seus olhos profundos estavam me tirando do sério.
Acabávamos de chegar em minha casa, depois de um monótono jantar de trabalho e B. reclamava do falatório interminável dos meus colegas.
- Me cansa ter que manter as aparências e ainda aturar sorrindo todos aqueles homens falando de coisas chatas e burocráticas. Queria poder ser apenas eu.
- Aqui você pode. - falei, observando-a tirar o sapato, contrariada.

Soltou o cabelo e me olhou, um olhar convidativo. Me aproximei e baixei as alças de seu vestido, beijei seus ombros, seu pescoço e sua boca.
- Você está diferente hoje. - ela comentou baixinho, quando nos separamos.
- Sim, mas nunca esqueça quem você é e quem eu sou. - sussurrei em seu ouvindo, puxando seus cabelos com força.
- Sua escrava, meu mestre. - ela falou, sorrindo. Um sorriso devasso, conquistador.
Foi um erro me apaixonar assim.

3 comentários:

desassistidas disse...

Olá B. que texto lindo, altamente quente uhuhuhu...

Realmente nosso programa é legal, ele é bem astral na verdade é um devaneios TOTAL, aguardamos por vc, hoje o programa é as 22h.

Abraçso das Desassistidas!!!

T'maitre disse...

Hm~ Um pouco fora do seu "comum" talvez, mas de um encaixe perfeito com os outros, um tempero bem acentuado que valoriza ainda mais todo o prato de delicias que tem me oferecido. Hm~
A cada dia, a cada texto...

Anônimo disse...

Olha, o meu comentário vai ser mais uma pergunta... qual será a periodicidade de atualização deste blog enquanto vc estiver viajando? Agora uma sugestão: publique as fotos que tirar e os pensamentos que tiver, experiencias, angustias... que de alguma forma os seus leitores podem tentar ajudar e compartilhar esse momento que pode ser de grandes inspirações para vc e alegrias para nós que vamos ler as suas inspirações... beijão